×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 17 de maio de 2022

Saúde & Bem-estarFoto:

O quadro clínico reduz neurotransmissores como a serotonina, noradrenalina e dopamina, o que causa uma queda no limiar de dor dessas pessoas, tornando-as mais sensíveis aos estímulos dolorosos.

Sônia Regina Soares Maciel recebeu o diagnóstico de fibromialgia em 2017. Os sintomas eram basicamente muitas dores pelo corpo e nos pulmões. Atualmente, ela tenta administrar as emoções diante do quadro de saúde. "Eu tenho dores principalmente quando está muito frio. Depende muito do dia. Tem vezes que não sinto quase nada, mas tem momentos que 'só Deus', aí, afeta meu cotidiano. Às vezes, até pentear os cabelos se torna uma tarefa difícil", relata.
Ao enfrentar problemas nas tarefas do dia a dia, Sônia se sente abalada emocionalmente. "Mexe muito com minhas emoções. Tem dia que estou muito nervosa, irritada, chorando, aí, sinto mais forte os sintomas. Hoje sigo um tratamento com uma reumatologista tomando medicação para amenizar as dores. Mas o que me ajuda é o artesanato. Me sinto ótima e inclusive faço lives de vendas de material de arte", conta. ...Leia mais