×
ContextoExato
Responsive image
InternacionalFoto:

Mais da metade dos resíduos plásticos, eletroeletrônicos, têxteis e de papel gerados no globo terminam em solo chinês

Considerada a maior importadora mundial de lixo estrangeiro, a China gerou impacto global ao implementar políticas que elevaram as exigências da importação de resíduo, segundo o estudo de cientistas da Universidade da Geórgia, nos Estados Unidos. O estudo estima que para os próximos 10 anos cerca de 111 milhões de toneladas de lixo plástico serão afetadas pelas exigências e proibição de importações.

A China tem sido o principal destino dos resíduos recicláveis do mundo, especialmente da Europa e dos EUA nas últimas décadas, com uma combinação entre a alta oferta gerada pelas coletas seletivas das grandes cidades ocidentais, aliadas a uma grande demanda por insumos (metais, plásticos e papéis), informa Luiz Fernando Kormann Filho, bacharel em Engenharia Biotecnológica e em Engenharia Biológica. "A China historicamente possui uma política ambiental mais branda e uma competitividade industrial que criou uma sinergia com a produção de resíduos no ocidente, que durou muitos anos", menciona Luiz. ...Leia mais