×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 17 de janeiro de 2022

Nova pesquisa constata: Situação das crianças do Líbano piora de forma dramática, revela Unicef

Nova pesquisa constata: Situação das crianças do Líbano piora de forma dramática, revela UnicefFoto: © UNICEF

Médica do Unicef trata crianças no Líbano.

Agência Onu News De Noticias - 26/11/2021 - 18:54:56

Nova pesquisa mostra aumento de menores famintos ou que precisam trabalhar para ajudar a família; agência da ONU destaca que em setembro, pelo menos uma criança precisou pular uma refeição em mais da metade dos lares do país.

O impacto da crise no Líbano na vida das crianças está piorando e uma nova pesquisa mostra que o número de menores famintos está aumentando no país.

O Escritório do Fundo da ONU para a Infância, Unicef, em Beirute revelou que muitas crianças também estão trabalhando para apoiar as suas famílias e não estão tendo acesso a cuidados de saúde.

Sem escola e sem refeição

Famílias que vivem em comunidades carentes no norte do Líbano recebem conselhos de prevenção Covid-19 por educadores

© Unicef/Fouad Choufany

Famílias que vivem em comunidades carentes no norte do Líbano recebem conselhos de prevenção Covid-19 por educadores

O levantamento publicado esta terça-feira indica que as condições pioraram nos últimos seis meses, sendo que mais da metade das famílias libanesas tinham pelo menos uma criança que pulou uma refeição em setembro. Em abril, o índice era de 37%.

Além disso, mais de 30% das famílias que participaram da pesquisa confirmaram cortes com gastos na educação. O Unicef entrevistou em outubro as mesmas pessoas que participaram do levantamento feito em abril.

Falta de medicamentos

O sistema de saúde do Líbano está sofrendo os impactos da crise política e econômica

Foto: © UNICEF Lebanon

O sistema de saúde do Líbano está sofrendo os impactos da crise política e econômica

A inflação no Líbano está disparando, a pobreza aumenta e os postos de trabalho são cada vez mais escassos. Cerca de 40% das famílias afirmaram que precisaram vender itens domésticos e sete em cada dez precisaram emprestar dinheiro para comprar comida ou utilizar crédito.

A crise no país também tem um enorme impacto na saúde das crianças, sendo que quase 34% dos menores que precisaram de atendimento médico não receberam ajuda. Os preços dos medicamentos também subiram bastante e com isso, muitas famílias não conseguiram comprar remédios.

Segundo o Unicef, vários medicamentos essenciais estão em falta no Líbano, incluindo aqueles para tratar doenças do coração, colesterol alto e pressão alta. Outro problema que impacta a saúde das famílias é a falta de acesso à água potável, que afeta 45% dos entrevistados.

A agência das Nações Unidas lembra que o Líbano enfrenta uma das piores depressões econômicas da história moderna, juntamente com a pandemia de Covid-19 e os impactos da enorme explosão no porto de Beirute, ocorrida em agosto de 2020.

Comentários para "Nova pesquisa constata: Situação das crianças do Líbano piora de forma dramática, revela Unicef":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Defensoras públicas criam projeto para atender órfãos do feminicídio

Defensoras públicas criam projeto para atender órfãos do feminicídio

iniciativa foi contemplada com o Prêmio Innovare

Presidente promulga convenção interamericana contra o racismo

Presidente promulga convenção interamericana contra o racismo

Texto foi publicado no Diário Oficial da União

Juíza de Santa Catarina manda reduzir de jornada de mãe de criança com deficiência

Juíza de Santa Catarina manda reduzir de jornada de mãe de criança com deficiência

Segunda magistrada, “ela teve de buscar a tutela judicial para reduzir a jornada e poder ser mãe e trabalhadora ao mesmo tempo”.

Governo Bolsonaro quer aprofundar privatização da saúde indígena, alertam organizações

Governo Bolsonaro quer aprofundar privatização da saúde indígena, alertam organizações

Foto de criança Yanomami desnutrida virou símbolo da crise na assistência médica aos povos originários

Dignidade menstrual é um direito, regulamentação da Lei no DF é urgente

Dignidade menstrual é um direito, regulamentação da Lei no DF é urgente

É necessário que o Estado garanta políticas públicas que promovam a dignidade menstrual

Estudo da ONU revela falta de justiça para migrantes vítimas de abuso

Estudo da ONU revela falta de justiça para migrantes vítimas de abuso

Restrições impostas em resposta à Covid-19 podem ter levado funcionários de fronteira a exigir subornos mais altos

Unicef alerta para aumento das violações aos direitos das crianças no mundo

Unicef alerta para aumento das violações aos direitos das crianças no mundo

O Unicef reconhece que mesmo antes da pandemia, cerca de 1 bilhão de crianças no mundo já sofriam algum tipo de privação

Em meio às crises, movimentos populares comemoram retomada das ruas e vitória da vacinação

Em meio às crises, movimentos populares comemoram retomada das ruas e vitória da vacinação

Manifestantes em marcha na Avenida Conde da Boa Vista pelo Fora Bolsonaro -

“A luta não é minha. Ela é histórica”, diz Padre Júlio Lancellotti

“A luta não é minha. Ela é histórica”, diz Padre Júlio Lancellotti

“A luta não é minha. Ela é histórica”, diz Padre Júlio Lancellotti ao Programa Bem Viver

Defensoria pública e movimentos populares promovem campanha de combate à pobreza menstrual

Defensoria pública e movimentos populares promovem campanha de combate à pobreza menstrual

No DF, Lei que prevê a distribuição gratuita de absorventes para mulheres em situação de vulnerabilidade ainda não foi implantada.

Crise põe metade das crianças no Líbano sob risco de violência física e emocional

Crise põe metade das crianças no Líbano sob risco de violência física e emocional

Pelo menos 1 milhão de crianças no Líbano estão sob perigo de violência física e mental à medida que a crise do país se intensifica