×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 26 de maio de 2022

Lewandowski manda MPs em todo o País fiscalizarem vacinação de crianças

Lewandowski manda MPs em todo o País fiscalizarem vacinação de criançasFoto: José Cruz/Agência Brasil

Ao oficiar o Ministério Público em todo País, Lewandowski ponderou pela inserção do órgão na 'relevante tarefa de preservar a saúde das crianças', sem prejuízo das atribuições dos Conselhos.

Estadão Conteúdo - 19/01/2022 - 22:44:12

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, oficiou nesta quarta-feira, 18, os procuradores-gerais de Justiça dos 26 Estados e do Distrito Federal para que adotem as 'medidas necessárias' para fiscalizar, inclusive com a eventual aplicação de penalidades, pais que não estão vacinando seus filhos contra a covid-19. A determinação leva em consideração atribuições do Ministério Público previstas na Constituição e no Estatuto da Criança e do Adolescente com relação aos direitos das crianças e adolescentes - entre eles a vacinação. Em nota, o gabinete do ministro diz que a medida se dá para que os MPs possam verificar se os pais 'estão tendo o devido cuidado' com a saúde das crianças no tema da imunização.

A decisão de Lewandowski levou em conta que, de acordo com o artigo 201 do ECA, cabe ao Ministério Público 'zelar pelo efetivo respeito aos direitos e garantias legais assegurados às crianças e adolescentes, promovendo as medidas judiciais e extrajudiciais cabíveis' e 'representar ao juízo visando à aplicação de penalidade por infrações cometidas contra as normas de proteção à infância e à juventude, sem prejuízo da promoção da responsabilidade civil e penal do infrator, quando cabível'.

No pedido à corte máxima, a Rede busca o reconhecimento da 'atribuição dos Conselhos Tutelares de fiscalizar quem "descumprir, dolosa ou culposamente, os deveres inerentes ao poder familiar ou decorrente de tutela ou guarda" pela não vacinação de crianças e adolescentes contra a covid-19'. A legenda também quer que o Supremo reconheça o dever das escolas de informar aos conselhos a não vacinação de crianças e adolescentes.

Ao oficiar o Ministério Público em todo País, Lewandowski ponderou pela inserção do órgão na 'relevante tarefa de preservar a saúde das crianças', sem prejuízo das atribuições dos Conselhos.

No pedido ao STF, a Rede argumentou que o Ministério da Saúde não poderia recomendar 'de forma não obrigatória' a vacina contra a covid-19 para as crianças, uma vez que o ECA impõe a obrigatoriedade de toda e qualquer vacina nos casos recomendados pelas autoridades sanitárias.

"Fala-se, portanto, em um direito das crianças em obter a vacinação aprovada pelas autoridades sanitárias e apta a evitar que padeçam de doenças que poderiam ser evitadas - direito esse que não pode ser negado pelas ações e omissões negacionistas do Presidente da República, de seus Ministros ou por seus responsáveis legais", argumentou o partido.

Ainda segundo a legenda, a indicação da pasta chefiada por Marcelo Queiroga 'fere diretamente' os preceitos fundamentais da Constituição que protegem as crianças - "inclusive, da conduta irresponsável de seus 'responsáveis', quando optam por não vaciná-los". O partido destaca que a Constituição não tutela o direito ou a liberdade de colocar crianças e adolescentes em risco, 'cabendo ao Estado protegê-las, inclusive das condutas de seus pais'.

"Não se pode deixar de consignar que, de acordo com o art. 227 da Constituição Federal, é dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança e ao adolescente, com absoluta prioridade, o direito à vida e à saúde. Segundo o art. 4º do Estatuto da Criança e do Adolescente, essa garantia de prioridade compreende a preferência na formulação e na execução das políticas sociais públicas", frisa o partido.

Ministro pede informações sobre supostas irregularidades em aplicação de vacinas em crianças

No âmbito da mesma ação em que oficiou os MPs de todo País - processo que tratava inicialmente da compra de vacinas, pelo governo federal - Lewandowski solicitou manifestação, em 48 horas, dos estados e do Distrito Federal sobre supostas irregularidades na vacinação de crianças e adolescentes menores de 18 anos contra a covid-19.

A decisão se no âmbito de pedido da Advocacia-Geral da União, que sustentou que o Ministério da Saúde teve acesso, por meio da Rede Nacional de Dados em Saúde, 'a informações "extremamente preocupantes" sobre o registro de aplicação de de imunizantes em crianças e adolescentes fora dos padrões estabelecidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária'.

O órgão sustenta que, segundo o cadastro, doses de outras vacinas teriam sido aplicadas em adolescentes e crianças em diversos Estados - o único imunizante aprovado para crianças e adolescentes é o da Pfizer. Além disso, a AGU diz que há registros de que crianças com menos de cinco anos teriam sido ?vacinadas e cita suposta aplicação de doses reservadas a adultos em crianças entre 5 e 11 anos na Paraíba.


fonte: Estadão Conteudo


Comentários para "Lewandowski manda MPs em todo o País fiscalizarem vacinação de crianças":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Novos processos seletivos do IBGE ampliam vagas para o Censo 2022

Novos processos seletivos do IBGE ampliam vagas para o Censo 2022

Concurso terá 220 vagas em 159 municípios de 15 estados

Vagas para ganhar R$ 6 mil continuam abertas nas agências do trabalhador

Vagas para ganhar R$ 6 mil continuam abertas nas agências do trabalhador

São todas para quem tem curso superior. Mas a maioria das oportunidades do dia é para nível médio (62), com salários de R$ 1.212 a R$ 2 mil

TSE e conselhos estaduais de direitos humanos assinam acordo contra a desinformação

TSE e conselhos estaduais de direitos humanos assinam acordo contra a desinformação

Adesão de oito colegiados marcou a abertura de evento nacional realizado nesta quarta (25)

Justiça do Distrito Federal autoriza autista embarcar em voo com cão de assistência emocional

Justiça do Distrito Federal autoriza autista embarcar em voo com cão de assistência emocional

Cabe recurso da decisão.

Governo do Distrito Federal vai contratar mais professores substitutos

Governo do Distrito Federal vai contratar mais professores substitutos

Inscrições para o processo seletivo poderão ser feitas de 6 a 10 de junho. Convocação dos candidatos classificados obedecerá à ordem de pontuação

Mais prazo para concorrer a carteira de motorista de graça

Mais prazo para concorrer a carteira de motorista de graça

Interessados podem se inscrever até 6 de junho. São 5 mil vagas disponíveis para pessoas de baixa renda

Criadores de pássaros precisam renovar o cadastro ambiental

Criadores de pássaros precisam renovar o cadastro ambiental

Sistema de monitoramento dessa atividade deve ser acessado a partir de 1º de junho

Lojas fazem promoção irregular de produto que compete com amamentação

Lojas fazem promoção irregular de produto que compete com amamentação

Conclusão é de estudo do Observatório de Saúde na Infância

Hoje é dia de reforçar a importância de cuidados com a tireoide

Hoje é dia de reforçar a importância de cuidados com a tireoide

Desde 2008, o 25 de maio chama a atenção para o acompanhamento regular e o diagnóstico precoce

CNJ e Distrito Federal vão implantar programa de gestão de conflitos em escolas

CNJ e Distrito Federal vão implantar programa de gestão de conflitos em escolas

Projeto tem como objetivo a adoção de gestão de conflitos

Há 26 vagas de emprego para quem quer trabalhar em Águas Claras

Há 26 vagas de emprego para quem quer trabalhar em Águas Claras

Ao todo, são 211 oportunidades disponíveis nas agências do trabalhador do DF nesta quarta-feira (25), para diferentes profissões e em várias RAs