×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 29 de novembro de 2021

Economia desiste de aumentar em R$ 650 mi recursos para ciência e tecnologia

Economia desiste de aumentar em R$ 650 mi recursos para ciência e tecnologiaFoto: Pixabay

A divisão do dinheiro com outras áreas frustrou pesquisadores que já contavam com o dinheiro em 2021.

Estadão Conteúdo - 08/10/2021 - 10:49:33

Sob a alegação de que a proposta de Orçamento para 2022 aumentará consideravelmente os recursos para projetos de pesquisa, o Ministério da Economia desistiu de aumentar em mais de R$ 650 milhões os recursos para projetos de ciência e tecnologia neste ano. A divisão do dinheiro com outras áreas frustrou pesquisadores que já contavam com o dinheiro em 2021.


No dia 25 de agosto, o governo enviou ao Congresso Nacional o PLN 16, que abria um crédito suplementar de R$ 690 milhões para o Ministério de Ciência e Tecnologia no Orçamento deste ano. Do montante total, R$ 34,578 milhões iriam para a Comissão Nacional de Energia Nuclear (Cnen) e os R$ 655,421 milhões restantes seriam destinados ao Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) - que apoia os programas e projetos prioritários de desenvolvimento científico e tecnológico nacionais.



No entanto, em ofício assinado pelo ministro Paulo Guedes e enviado na quinta-feira, 7, à Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso, o governo decidiu dividir os recursos que iriam integralmente para o Ministério de Ciência e Tecnologia com outros seis ministérios. Na nova formatação, aprovada na quarta mesmo pelos parlamentares, os recursos para o FNDCT caíram para apenas R$ 7,222 milhões - ou seja, apenas 1,10% da proposta original.





O maior beneficiário das mudanças foi o Ministério do Desenvolvimento Regional, que irá receber R$ 252,2 milhões, seguido pela Agricultura e Pecuária com R$ 120 milhões, o Ministério das Comunicações com R$ 100 milhões. A Educação recebeu R$ 50 milhões e a pasta da Cidadania ficou com outros R$ 28 milhões.






No ofício do Ministério da Economia, a pasta alega que o PLN18 - que ainda tramita no Congresso - destina mais R$ 18 milhões ao FNDCT neste ano. Além disso, a equipe de Guedes argumenta que, dos R$ 104,7 milhões orçados para ações do fundo em 2021, apenas R$ 87,4 milhões foram empenhados até agora.






"Para o ano de 2022, o Projeto de Lei Orçamentária Anual prevê a alocação total dos recursos do FNDCT em suas ações finalísticas, no montante de R$ 8,467 bilhões, sendo metade destinada às despesas primárias e metade às financeiras. No caso das despesas primárias, isso significa um acréscimo de R$ 3,723 bilhões, ou 729,9%, em relação ao PLOA 2021", acrescentou o Ministério da Economia.






Radiofármacos

Além dos R$ 7,222 milhões para o FNDCT, o Ministério da Ciência e Tecnologia manteve outros R$ 82,577 milhões para manutenção das atividades de produção de radiofármacos usados no tratamento do câncer.




"No dia 20 de setembro, foi suspensa a produção de radiofármacos fundamentais para o diagnóstico e tratamento de câncer em virtude de ausência de insumos. Com a paralisação, estima-se que até 2 milhões de pacientes podem ser afetados", destacou o relator do PLN16, senador Eduardo Gomes (MDB-TO).





fonte: Estadão Conteudo








Comentários para "Economia desiste de aumentar em R$ 650 mi recursos para ciência e tecnologia":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Mais de 50% das instalações de painéis solares no Brasil é feita por financiamento

Mais de 50% das instalações de painéis solares no Brasil é feita por financiamento

Despesa com juros acaba sendo menor do que os gastos com energia elétrica, que não param de subir. Além disso, se encerra com a quitação

OMC cancela conferência Ministerial por causa de nova variante do coronavírus

OMC cancela conferência Ministerial por causa de nova variante do coronavírus

A decisão de suspende a principal cúpula do órgão foi tomada pelo seu conselho geral na noite de sexta-feira, 26, após alguns países imporem restrições de viagem que impedem que ministros cheguem ao encontro - inclusive a Suíça adotou medidas de restrição.

Black Friday da crise dá força a sites de produtos da China

Black Friday da crise dá força a sites de produtos da China

"Existe desconfiança do brasileiro em relação a efetividade das promoções da Black Friday no País. Com essa super digitalização do processo de compra, é mais fácil comparar e ver os preços que são praticados lá fora", diz a fundadora da Wiz & Watcher, Cíntia Gonçalves.

O impacto da Black Friday na indústria de iGaming no Brasil

O impacto da Black Friday na indústria de iGaming no Brasil

A Black Friday é um dos eventos mais relevantes do calendário comercial das empresas

Novo seguro contra hackers oferece proteção digital para pessoas e famílias

Novo seguro contra hackers oferece proteção digital para pessoas e famílias

Quem nunca teve seu computador infectado por um vírus ou recebeu mensagens e e-mails com links maliciosos?

Alto preço do combustível é 'puxado' pelo preço do barril do petróleo

Alto preço do combustível é 'puxado' pelo preço do barril do petróleo

A explicação, conforme a equipe de analistas do Sindifiscal/MS, está no 'Fator Petrobrás'

Empresas da Zona Franca de Manaus faturam R$ 116,59 bilhões em 2021

Empresas da Zona Franca de Manaus faturam R$ 116,59 bilhões em 2021

Resultado é do período de janeiro a setembro deste ano

Próximo sorteio no DF do Nota Legal será em 24 de dezembro

Próximo sorteio no DF do Nota Legal será em 24 de dezembro

Mais uma vez, serão distribuídos R$ 3 milhões em prêmios, que vão de R$ 100 a R$ 500 mil

Relação comercial Brasil-Reino Unido pós-Brexit: 'Há muito a explorar e a resgatar', diz economista

Relação comercial Brasil-Reino Unido pós-Brexit: 'Há muito a explorar e a resgatar', diz economista

Esta semana, o Reino Unido apresentou novas propostas para alavancar a economia, focadas no setor de exportações. A Sputnik Brasil conversou com analista para entender os novos planos e se o Brasil pode se beneficiar com os mesmos.

Setor de eventos e turismo prevê forte retomada para 2022

Setor de eventos e turismo prevê forte retomada para 2022

A previsão é de um acréscimo de 0.9% na comparação entre este ano e o ano passado.

Preço das principais hortaliças sobe em outubro no atacado, diz Conab

Preço das principais hortaliças sobe em outubro no atacado, diz Conab

No caso do tomate, os preços continuam em níveis elevados e a oferta do fruto em outubro foi a menor do ano, com quedas desde junho.