×
ContextoExato

Bolsonaro ironiza de novo a China e repete que eleição foi fraudada, sem exibir provas

Bolsonaro ironiza de novo a China e repete que eleição foi fraudada, sem exibir provasFoto: Tribuna da Internet

Bolsonaro participa de culto evangélico em Anápolis, Goiás

Lauro Jardim - O Globo / Tribuna Da Internet - 10/06/2021 - 11:04:24

Num culto evangélico na igreja Church in Connection, de que participou nesta quarta-feira em Anápolis (GO), Jair Bolsonaro voltou a repetir que a eleição de 2018 foi fraudada. Eis o que acaba de dizer Bolsonaro:

“Eu fui eleito no primeiro turno, tenho provas materiais disso, mas a fraude que existiu, sim, me jogou para o segundo turno”.

SEM PROVAS – Não é a primeira vez que Bolsonaro fala sobre fraude eleitoral, inclusive na segunda eleição de Dilma Roussef. Assim como das outras vezes, disse ter provas sem mostrá-las.

Bolsonaro também voltou a defender o tratamento precoce e a cloroquina para tratamento dos pacientes da covid-19.

Sobre o coronavírus, Bolsonaro insinuou, sem dar o nome aos bois, que a origem do vírus é a China: “Esse vírus nasceu de um animal ou de um laboratório? Eu tenho da minha cabeça de onde veio”.

Bolsonaro falou por 30 minutos, num evento transmitido pela TV Brasil. Em seguida, pastores teceram loas ao governo.

###
NOTA DA REDAÇÃO
– Em campanha para a reeleição, o presidente da República tem a desfaçatez de desperdiçar recursos públicos, ao usar a Rede Brasil, que nada mais é do que a antiga TV Educativa criada pelo incansável Gilson Amado. Hoje, a rede nacional não tem mais nada de educativa. Sua audiência é sempre zero, como os filhos de Bolsonaro, aliás. (C.N.)

Comentários para "Bolsonaro ironiza de novo a China e repete que eleição foi fraudada, sem exibir provas":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório