×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 17 de janeiro de 2022

Fronteiras do Brasil seguem abertas, apesar do avanço de nova variante do coronavírus

Fronteiras do Brasil seguem abertas, apesar do avanço de nova variante do coronavírusFoto: Reprodução

Ministro da Casa Civil chegou a anunciar fechamento, mas decisão não foi aplicada no Diário Oficial da União

Catarina Barbosa - Portal Brasil De Fato - 27/11/2021 - 19:46:33

Mesmo com o avanço da variante ômicron do coronavírus, potencialmente mais contagiosa, o Brasil segue com fronteiras abertas e sem exigência de comprovante de vacinação para entrada no país. O ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, chegou a anunciar o fechamento das fronteiras brasileiras com seis países de África, mas a decisão ainda não foi publicada no Diário Oficial da União (DOU). Diversos países já endureceram o controle em portos e aeroportos para tentar evitar novas ondas de transmissão.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou um comunicado elevando a classificação desta nova cepa do coronavírus (também chamada de B.1.1.529) para uma “variante de preocupação”, o que significa que ela tem mutações que podem torná-la mais contagiosa. Notificada na África do Sul, a variante é a quinta a receber o alerta da OMS, mas foi a que mudou de classificação com mais rapidez. Até o momento, cientistas afirmam que ela é a variante com maior número de mutações já identificada.

:: Europa registra primeiro caso da nova variante da covid-19 ::

No Brasil, caso a decisão de fechamento das fronteiras seja publicada no Diário Oficial da União, a expectativa é que ela passe a valer a partir da próxima segunda-feira (29). Inicialmente a proposta é restringir a entrada de passageiros oriundos da África do Sul, Botsuana, Lesoto, Namíbia, Zimbábue e Eswatini (ex-Suazilândia).

Até o momento, 62,03% da população brasileira completou o ciclo de imunização ao tomar a segunda dose ou a dose única de imunizantes contra a Covid-19.

Na última quinta-feira (25), secretários municipais e estaduais de Saúde manifestaram apoio à recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para que o governo federal exija um certificado de vacinação contra a covid-19 de viajantes que cheguem de outros países ao Brasil.


"Na semana passada, número de mortos na Europa aumentou 11%, com uma projeção confiável que prevê 236 mil mortos na região até 1º de dezembro", disse diretor regional da OMS / Arquivo/EBC

Em nota, os gestores chamam a atenção para o aumento do número de casos em países europeus, nos EUA e no Canadá, assim como em países da América do Sul, incluindo Bolívia, Equador e Paraguai. O texto foi assinado pelos presidentes do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Carlos Lula, e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Wilames Freire.

No entanto, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, afirmou que é contrário à cobrança de comprovantes de vacinação nas fronteiras brasileiras. A declaração dele se alinha ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e se baseia no fato de a vacinação não impedir o contágio. Especialistas apontam que, apesar não impedir os imunizantes reduzem a possibilidade de contágio e, consequentemente, a transmissibilidade da covid-19, assim como o agravamento da doença.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nesta sexta-feira (26) que não foi identificado nenhum caso da variante ômicron do novo coronavírus no Brasil. “A pasta está em constante vigilância e analisa, de forma conjunta com vários órgãos do governo federal, as medidas a serem tomadas”, acrescentou, por meio de nota.


Segundo a OMS, a detecção de uma "variante de preocupação" exigiria ações mais efetivas, como sequenciamento de genoma, comunicação de casos e mutações e realização de investigações de campo e análises laboratoriais para melhor compreender os impactos, a severidade e a efetividade de medidas de saúde pública.


Vale registrar que a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) afirmou que as Américas registraram um aumento de 23% em novos casos na última semana.

Edição: Sarah Fernandes



Comentários para "Fronteiras do Brasil seguem abertas, apesar do avanço de nova variante do coronavírus":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Marco temporal, operações policiais e vacina: conheça os principais julgamentos do STF em 2022

Marco temporal, operações policiais e vacina: conheça os principais julgamentos do STF em 2022

Pauta do ano coloca Supremo Tribunal Federal novamente em evidência, apontam especialistas

No Recife, crianças vacinadas contra a covid-19 ganham livro de presente

No Recife, crianças vacinadas contra a covid-19 ganham livro de presente

No Recife, quem recebe a vacina contra a covid leva um livro para casa

Indígena é a 1ª criança vacinada contra a Covid-19 no país

Indígena é a 1ª criança vacinada contra a Covid-19 no país

Em ato simbólico, xavante de 8 anos de Piracicaba recebeu imunizante

Médicos da atenção primária decidem entrar em greve em São Paulo

Médicos da atenção primária decidem entrar em greve em São Paulo

Decisão pode ser revista caso prefeitura revise planejamento

Confirmado segundo caso de Candida auris em Pernambuco

Confirmado segundo caso de Candida auris em Pernambuco

Anvisa trata o caso como o terceiro surto do superfungo no país

Vacina brasileira contra a Covid-19 é aplicada pela primeira vez

Vacina brasileira contra a Covid-19 é aplicada pela primeira vez

Estudo clínico aplicará o imunizante em 90 voluntários

Justiça Federal no Brasil se moderniza, mas tribunais ainda amargam demoras

Justiça Federal no Brasil se moderniza, mas tribunais ainda amargam demoras

Essa grandiosidade em termos de acesso à justiça, também vem ao encontro da morosidade com o que cidadão tem que enfrentar, em função ao tempo de decisão com relação a um processo

Estados voltam a ter medidas restritivas com aumento de casos de covid

Estados voltam a ter medidas restritivas com aumento de casos de covid

Aumento no número de infectados é resultado da variante Ômicron

Funai abandona proteção de um terço das terras indígenas, inclusive onde há isolados

Funai abandona proteção de um terço das terras indígenas, inclusive onde há isolados

Placa de demarcação crivada de balas na Terra Indígena Uru Eu Wau Wau em Rondônia

Comunidades do Ceará temem desastre ambiental com exploração da maior jazida de urânio do país

Comunidades do Ceará temem desastre ambiental com exploração da maior jazida de urânio do país

Novo pedido de licenciamento ambiental para explorar a jazida de Itataia está nas mãos do Ibama

Família de ambientalistas é assassinada a tiros no Sul do Pará

Família de ambientalistas é assassinada a tiros no Sul do Pará

A família de ambientalistas foi assassinada a tiros no Pará. Os motivos ainda são desconhecidos pela polícia