×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 29 de novembro de 2021

Distrito da Fome: Inflação e pobreza ameaçam soberania alimentar de famílias brasilienses

Distrito da Fome: Inflação e pobreza ameaçam soberania alimentar de famílias brasiliensesFoto: Tony Winston/Agência Brasília

Já são mais de 116 milhões de pessoas em situação insegurança alimentar.

Pedro Rafael Vilela-brasil De Fato | Brasília (df) - 16/10/2021 - 23:33:14

Capital do país teve a maior alta na cesta básica e foi onde a pobreza mais cresceu

A diarista Cristina de Sousa, moradora do Itapoã, uma das regiões mais pobres do Distrito Federal, ficou praticamente sem casas pra limpar desde a eclosão da pandemia de covid-19, em 2020. Por sorte, alguns de seus clientes mantiveram o pagamento das diárias e ela conseguiu atravessar esse período sem passar por uma situação mais drástica de perda total de renda.

Mãe solo, ela mora com os dois filhos, um de 23 anos, outro de 14, em uma casa de poucos cômodos cujo aluguel é de R$ 700. Como ela atualmente não recebe nenhum tipo de auxílio governamental, como o Bolsa Família e outros programas, toda sua renda depende do seu trabalho como doméstica em diferentes domicílios.

"Eu acho que tá difícil para a grande maioria do povo. Aqui em casa, eu agradeço de conseguir comer pelo menos o arroz com feijão", relata. Apesar de não viver numa situação mais severa de insegurança alimentar, Cristina conta que o consumo de carne foi praticamente zerado, e ela foi deixando de comprar outros itens essenciais na dieta de qualquer pessoa, como verduras, legumes e frutas por por causa do preço alto.

"Frutas foi um item que nunca mais eu comprei, como maçã, mamão, que meus filhos gostam, mas tivemos que dar uma parada", lamenta.

Brasília registra o maior aumento da cesta básica de alimentos entre as capitais. De setembro de 2020 a setembro de 2021, no acumulado dos últimos 12 meses, o percentual de aumento do produto na capital do país já soma de 38,56%, disparado o maior valor entre 17 capitais pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estudos e Estatísticas (Dieese).

Atualmente, o valor médio da cesta de alimentos na capital do país está em R$ 617,65, o sétimo maior valor entre as capitais pesquisadas.

Dia Internacional da Soberania Alimentar

Na data em que se celebra o Dia Mundial da Soberania Alimentar, neste sábado (16), o Brasil tem pouco a comemorar e muito a denunciar. Já são mais de 116 milhões de pessoas em situação insegurança alimentar, o que é mais da metade da população.

Desse total, 43,4 milhões de pessoas não tinham comida o suficiente e 19 milhões estavam efetivamente passando fome, segundo dados do "Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia Covid-19 no Brasil", elaborado pela Rede PENSSAN no início deste ano.

A extrema pobreza quase triplicou, passando de 4,5% da população para 12,8%. Com números tão alarmantes, o país, que tinha saído do Mapa da Fome da Organização das Nações Unidas (ONU) voltou retornou à esta triste posição.

Sobre o DF, um estudo recente do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV) mostrou que o percentual famílias que vivem na pobreza passou de 12,9% para 20,8% da população. Já a extrema pobreza passou de 3,2% para 7,3%. Foi o pior desempenho entre todas as capitais do país.

Somados, esses dois grupos formam um contingente de mais de 860 mil pessoas em situação de vulnerabilidade social na capital do país. O Banco Mundial considera que alguém está em situação de pobreza quando tem uma renda de US$ 5,50 por dia (cerca de R$ 28,60). Na extrema pobreza, a renda é de US$ 1,90 por dia (R$ 10,45).

Não há dados atualizados específicos sobre a fome na capital do país, mas outro estudo do IBGE, realizado ainda antes da pandemia e divulgado no ano passado, mostrou que que 319 mil domicílios do DF estão em situação de insegurança alimentar. Houve um aumento de mais 250% desde 2013.

A catadora de material reciclável Ivânia Souza Santos, de 38 anos, mora com o marido e três filhos em uma quitenete na Vila Planalto. No primeiro semestre, ela foi expulsa, junto com outras 24 famílias, de uma ocupação nas imediações do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), que fica a poucos quilômetros da zona central de Brasília.

Em setembro, ela já havia relatado seu drama em um especial publicado Brasil de Fato sobre a fome. Agora, em nova conversa com a reportagem, ela teme ter que voltas às ruas com o fim do auxílio aluguel. "Só vou receber até dezembro, depois disso não temos pra onde ir".

Ivânia e família contam apenas com o Bolsa Família. Ela está com um problema de saúde na coluna que a impede de catar e vender material reciclável. Por causa disso, a situação de insegurança alimentar é severa. "Tem dias que só temos mesmo arroz pra comer".

Ações solidárias

Na noite da última quinta-feira (14), o Movimento dos Trabalhadores Rural Sem Terra (MST) distribuiu 400 marmitas para pessoas em situação de rua em Brasília.

A ação se somou às várias outras que estão sendo realizadas no Brasil pela Jornada Nacional Movimento Sem Terra Cultivando Solidariedade, cujo objetivo é sensibilizar a população para o tema do combate à fome e pela defesa da Soberania Alimentar.

"No Brasil temos 20 milhões de pessoas que passam fome e cerca de 125 milhões em situação de insegurança alimentar e nutricional. Através dessas ações queremos demonstrar nossa indignação contra esse governo genocida e anunciar o papel da Reforma Agrária Popular no combater a fome", diz o MST em postagem nas redes sociais.

O colunista do Brasil de Fato Olívio José da Silva Filho, que é gastrônomo e doutorando em Política Social pela Universidade de Brasília (UnB), avalia que a situação da fome no Brasil tem relação direta com o modelo econômico em vigor e com o desmonte das políticas públicas de alimentação.

"O agronegócio tem batido recordes de produção agrícola, enquanto a fome também bate recordes. Isso evidencia como as necessidades do capital tem colocado em xeque as necessidades humanas".

Para receber nossas matérias diretamente no seu celular clique aqui.

Edição: Márcia Silva

Comentários para "Distrito da Fome: Inflação e pobreza ameaçam soberania alimentar de famílias brasilienses":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Encontro da Indústria de Aeroportos mostra atrativos de Brasília

Encontro da Indústria de Aeroportos mostra atrativos de Brasília

A indústria de aeroportos, que realiza o 1º encontro nacional do setor, é um importante agente de suporte para as atividades econômicas de grandes cidades como Brasília

Nota Legal dará crédito em dobro durante compras de Natal

Nota Legal dará crédito em dobro durante compras de Natal

Objetivo é aquecer as vendas entre 10 de dezembro de 2021 e 10 de janeiro de 2022: é mais uma medida de apoio ao setor produtivo

Campanha de multivacinação no Distrito Federal continua até terça-feira, dia 30

Campanha de multivacinação no Distrito Federal continua até terça-feira, dia 30

Secretaria de Saúde recomenda que pais ou responsáveis levem os filhos para se imunizarem

DF começa a aplicar dose de reforço em maiores de 40 anos contra Covid-19

DF começa a aplicar dose de reforço em maiores de 40 anos contra Covid-19

Para ser imunizado, é preciso ter completado ciclo vacinal há 5 meses

Ceasa inaugura espaço exclusivo para venda de morango no DF

Ceasa inaugura espaço exclusivo para venda de morango no DF

A Morangolândia vai facilitar o escoamento da produção no DF, praticamente inviabilizada pela falta de um espaço para o comércio da fruta

Aplicativo Detran Digital agora faz emissão da CNH-e, no Distrito Federal

Aplicativo Detran Digital agora faz emissão da CNH-e, no Distrito Federal

Uma parceria com a Senatran torna disponível novo serviço aos condutores, que podem acessá-lo de forma simples e intuitiva

Escolas públicas com contas em dia podem se inscrever para receber recursos

Escolas públicas com contas em dia podem se inscrever para receber recursos

Edital do projeto “Participe da cidade: o patrimônio público é nosso!” fica aberto até 10 de janeiro. Para participar, é preciso comprovar regularidade na prestação de contas e ter contas do Pdaf aprovadas

Operação Genebra: MPDFT consegue a condenação de mais seis réus

Operação Genebra: MPDFT consegue a condenação de mais seis réus

Servidores públicos agiram ilegalmente para obter benefício econômico na contratação da Cruz Vermelha de Petrópolis

População negra é a principal atingida pelo desemprego no DF

População negra é a principal atingida pelo desemprego no DF

As mulheres e homens negros entre 18 e 24 anos correspondem ao maior grupo dentre os desempregados

Vacinação completa contra Covid-19 será obrigatória em eventos no DF

Vacinação completa contra Covid-19 será obrigatória em eventos no DF

Com cobertura vacinal de 74% da população apta à imunização e índice de transmissão de 0,76, novo decreto modifica regras de prevenção

Emoção na festa de 10 anos do Hospital da Criança

Emoção na festa de 10 anos do Hospital da Criança

Atendido pelo HCB desde o ano passado, Luiz Felipe Rodrigues, de 4 anos, cantou a música “O caderno”, de Toquinho, acompanhado do pai e da musicoterapeuta que o atende há seis meses