×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 29 de novembro de 2021

Crianças discutem alimentação saudável a partir do Guia Alimentar Brasileiro

Crianças discutem alimentação saudável a partir do Guia Alimentar BrasileiroFoto: Reprodução Pixabay gratuita

Participar do preparo da refeição motiva a alimentação em crianças - Jim Welintom /Pexels

Radinho Bdf - Portal Brasil De Fato - 18/11/2021 - 16:00:35

A dica de ouro é evitar os alimentos ultraprocessados e apostar nos in natura, em especial os da época, típicos do local


Alimentação saudável é arroz, feijão salada, o que a gente planta sem veneno e come


O que é uma alimentação saudável? Como tomar as melhores decisões na hora de comprar comida? E aquele produto com personagens queridos da criançada, pode?! Para responder a essa e outras perguntas, a edição de hoje (17) do Radinho BdF convida crianças e especialistas para a conhecer o Guia Alimentar da População Brasileira, publicação do Ministério da Saúde, com dicas simples e importantes para não errar.

“Alimentação saudável é arroz, feijão salada, o que a gente planta sem veneno e come”, diz Annita Maria, que tem 10 anos, e mora no Assentamento 14 de Agosto, em Rondônia. “Eu como banana no café da manhã e no almoço e na janta eu como arroz feijão e alface”.

Comer bem e de forma saudável pode ser muito simples, sem que seja necessário gastar muito dinheiro em produtos importados, vendidos como uma revolução alimentar. O segredo está em apostar nos alimentos frescos, da época e típicos da região em que a criança está.

É importante também saber que a forma de preparar os alimentos influencia na saúde. O ideal é sempre usar pouca gordura, óleo, sal e açúcar no preparo. Por isso, o melhor é comer em casa, a comida preparada pela família, para que se tenha controle de como ela foi feita.

“Aqui as frutas mais típicas são o açaí, o cupuaçu, a pupunha, manga e jambo”, contou Sofia, que tem sete anos, e mora em Outro Preto do Oeste (RO).

In natura X ultraprocessados

Uma das dicas mais importantes do Guia Alimentar da População Brasileira é optar pelos chamados alimentos in natura, aqueles obtidos direto das plantas e dos animais, sem passar por processos industriais. É o caso do brócolis, do agrião, da maçã, do tomate e da berinjela, por exemplo.

Depois deles, o ideal é escolher os chamados alimentos minimamente processados, aqueles que passaram por algum processo de limpeza, separação e embalagem antes de chegarem ao mercado, mas que não recebem outras substâncias, como açúcar, sal, gorduras e conservantes. Alguns exemplos são o arroz, o feijão, o grão de bico, as castanhas, a farinha de mandioca e o café.

E se os alimentos in natura e os minimamente processados devem ser a base da alimentação, do outro lado é importante evitar os chamados alimentos processados e os ultraprocessados, aqueles que não existem na natureza e geralmente são produzidos por indústrias, com uso de substâncias químicas.

“A alimentação é mais que a ingestão de alimentos e nutrientes. A fala de como os alimentos podem ser combinados e como devem ser preparados”, diz a nutricionista janine coutinho, coordenadora do Programa de Alimentação Saudável e Sustentável do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec). “A alimentação adequada deriva de um sistema ambientalmente e socialmente sustentável. Isso diz respeito a forma como os alimentos são produzidos, comercializados e consumidos.”

Como escolher?

Em uma ida ao mercado com o Radinho BdF, as crianças aprendem brincando como identificar alimentos ultraprocessados. A dica de ouro é ler o rótulo: quanto mais ingredientes um produto tiver, maior a chance de ele ter passado por diversos processos químicos.

Outro ponto para prestar atenção é que ingredientes o produto tem: “um exemplo são os extratos de tomate. O primeiro tem dois ingredientes: tomate e açúcar. Já o segundo tem também glutamato monossódico e realçador de sabor’, disse a produtora do Radinho BdF, Sarah Fernandes.

Outra dica é descobrir se perto de casa existem hortas comunitárias, inclusive nas cidades. Em diversos municípios, coletivos utilizam terrenos ocupados por torres de energia para cultiva alimentos orgânicos e vendê-los por um preço justo.

No entanto, com a alta no preço registrada no Brasil nos últimos meses, famílias tem tido dificuldades de adquirir alimentos mais saudáveis e por vezes acabam apostando nos ultraprocessados, que são mais baratos. O consumo de miojo no país, por exemplo, teve um aumento exponencial em 2021.

“Pela falta de dinheiro as pessoas têm que comprar coisas mais baratas, tipo um danone, que não e muito saudável”, diz Gabriel de Queiroz, de 10 anos, que mora em Recife (PE).

Diversão garantida

Além de conhecer mais sobre os alimentos, as crianças se divertem com músicas, brincadeiras e contação de histórias. A Vitrolinha BdF desta edição esta recheada com “Gostosuras Naturais”, do Mundo Bita e com a trilha sonora do famoso desenho brasileiro “Irmão do Jorel”.

Na história do dia, a criançada conhece “Pascoalzinho Pé-de-Chão”, um coelho para lá de esperto que com sua família entende a importância da distribuição de terras para que todos tenham acesso a alimentos saudáveis.

Para terminar, o arte-educador Victor Cantagesso ensina uma nova brindeira, que é um passatempo delicioso para todas as horas: qual é a fruta? É só usar a imaginação e se divertir!


Toda quarta-feira, uma nova edição do programa estará disponível nas plataformas digitais / Brasil de Fato / Campanha Radinho BdF

Sintonize

O programa Radinho BdF vai ao ar às quartas-feiras, das 9h às 9h30, na Rádio Brasil Atual. A sintonia é 98,9 FM na Grande São Paulo e 93,3 FM na Baixada Santista. A edição também é transmitida na Rádio Brasil de Fato, às 9h, que pode ser ouvida no site do BdF.

Em diferentes dias e horários, o programa também é transmitido na Rádio Camponesa, em Itapeva (SP), e na Rádio Terra HD 95,3 FM.

Assim como os demais conteúdos, o Brasil de Fato disponibiliza o Radinho BdF de forma gratuita para rádios comunitárias, rádios-poste e outras emissoras que manifestarem interesse em veicular o conteúdo. Para fazer parte da lista de distribuição, entre em contato pelo e-mail: radio@brasildefato.com.br.

___

Esse programa foi feito em parceira com o Instituto de Defesa do Consumidor (Idec).


Edição: Sarah Fernandes


Comentários para "Crianças discutem alimentação saudável a partir do Guia Alimentar Brasileiro":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
CNN Viagem e Gastronomia vai até a França para série especial sobre vinhos

CNN Viagem e Gastronomia vai até a França para série especial sobre vinhos

Na primeira viagem internacional da atração, Daniela Filomeno visita a cidade de Bordeaux, considerada a capital mundial do vinho

FAO apresenta projeto de alimentação escolar na América Latina

FAO apresenta projeto de alimentação escolar na América Latina

Iniciativa abre caminho para nova cultura alimentar, diz coordenadora

Em SP: Embaixo dos fios, hortas orgânicas brotam de terrenos abandonados e expandem agroecologia

Em SP: Embaixo dos fios, hortas orgânicas brotam de terrenos abandonados e expandem agroecologia

Há 22 anos, o paisagista Kleber iniciou a saga de transformar um terreno abandonado da extinta Eletropaulo, no Parque São Lucas

Carne orgânica do Pantanal terá destaque no Cata Guavira 2022 em Bonito

Carne orgânica do Pantanal terá destaque no Cata Guavira 2022 em Bonito

Chef Edu Rejala fará churrasco com diferentes cortes bovinos em Bonito

Produtos saudáveis e livres de veneno: Saiba mais sobre ação do MST na Paraíba

Produtos saudáveis e livres de veneno: Saiba mais sobre ação do MST na Paraíba

Cesta de Produtos Terra Boa é uma ação do MST, que abrange pessoas assentadas da reforma agrária e agricultores e agricultoras familiares

Mercado de orgânicos cresce saudável e ambientalmente responsável

Mercado de orgânicos cresce saudável e ambientalmente responsável

Orgânicos em Movimento na ANUFOOD Brazil

Saiba a programação de feiras rurais em novembro no DF

Saiba a programação de feiras rurais em novembro no DF

Emater-DF disponibiliza mensalmente uma relação das feiras rurais, com produtores atendidos pela empresa

Aprenda a preparar rolinhos de berinjela com creme de tofu e molho de tomate

Aprenda a preparar rolinhos de berinjela com creme de tofu e molho de tomate

A berinjela é rica em proteínas, vitaminas (A, B1, B2, B5, C) e minerais (cálcio, fósforo, ferro, potássio, magnésio).

Aprenda a fazer o brigadeiro de dendê

Aprenda a fazer o brigadeiro de dendê

Aline, que também é formada em História, pesquisa a culinária da diáspora africana há mais de uma década.

Dia Internacional do Arroz: Curiosidades e benefícios do alimento

Dia Internacional do Arroz: Curiosidades e benefícios do alimento

Diversos tipos de arroz, inúmeros benefícios

Arroz com lentilha: Conheça o preparo de uma receita árabe com um toque especial

Arroz com lentilha: Conheça o preparo de uma receita árabe com um toque especial

O prato é feito basicamente com três ingredientes, sendo a cebola responsável pelo