×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 17 de janeiro de 2022

Capital baiana regulamenta Estatuto da Igualdade Racial

Capital baiana regulamenta Estatuto da Igualdade RacialFoto: © PREFEITURA DE SALVADOR

Mais de 80% dos baianos se autodeclaram negros

Por Camila Boehm – Repórter Da Agência Brasil - São Paulo - 20/11/2021 - 09:56:29

O Estatuto da Igualdade Racial e Combate à Intolerância Religiosa foi regulamentado hoje (19), na Igreja do Rosário dos Pretos, no Pelourinho, pela prefeitura de Salvador (BA). A cerimônia contou com as presenças do prefeito Bruno Reis, da secretária de Reparação (Semur) Ivete Sacramento e de lideranças da comunidade negra da cidade.

A ação ocorreu na véspera do Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro. O estatuto tem o objetivo de estimular o poder público municipal a promover ações para equidade racial e combate ao racismo na capital baiana.

“Dentre estas ações estão a criação do Sistema Municipal de Promoção da Igualdade Racial (Sismupir), ações de enfrentamento das desigualdades étnico-raciais nos diversos setores sociais, o reconhecimento e o incentivo às manifestações culturais, regularização fundiária e moradia e reserva de vagas de trabalho para pessoas negras”, divulgou o município.

Com o estatuto, todos os projetos municipais passam a ter como base dados referentes à maioria negra da população soteropolitana como fonte oficial para atendimento nas ações sociais. Segundo a prefeitura, Salvador é uma das cidades brasileiras com maior presença de afrodescendentes, sendo 82% da população composta por autodeclarados negros.

Para a secretária Ivete Sacramento, esse foi um evento histórico. “Cada item deste documento é uma forma de organizar a promoção racial em Salvador, implementar o Fundo Municipal da Promoção da Igualdade Racial, que é uma novidade na cidade, que proverá a composição de leis complementares para esta entidade, o plano municipal da saúde da população negra e quilombola, bem como garantia dos direitos nas áreas de educação e cultura”, disse.

Comentários para "Capital baiana regulamenta Estatuto da Igualdade Racial":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
“Me despeço para permanecer”: morre o poeta Thiago de Mello

“Me despeço para permanecer”: morre o poeta Thiago de Mello

Thiago de Mello na Praça Dom Pedro, no centro histórico de Manaus

Prefeitura de São Paulo cancela carnaval de rua

Prefeitura de São Paulo cancela carnaval de rua

Aumento de casos e internações por gripe e covid-19 motivou decisão

O carnaval do Distrito Federal de 2022 está cancelado

O carnaval do Distrito Federal de 2022 está cancelado

Seguindo a recomendação de médicos e infectologistas, todas as manifestações carnavalescas estão suspensas

Pernambuco; após Olinda, Recife também cancela carnaval de 2022

Pernambuco; após Olinda, Recife também cancela carnaval de 2022

Prefeitura alegou crescimento dos casos de gripe na cidade

Prefeitura de Olinda cancela tradicional carnaval em 2022

Prefeitura de Olinda cancela tradicional carnaval em 2022

Motivo do cancelamento foi o aumento do número de casos de Covid-19

SP autoriza concessão dos parques Água Branca, Villa-Lobos e Cândido Portinari

SP autoriza concessão dos parques Água Branca, Villa-Lobos e Cândido Portinari

A concessão é para a administração dos três parques - não haverá licitação individual para cada equipamento. O prazo das concessões será de 30 anos, com direito à prorrogação deste período.

Museus em SP oferecem combo com desconto para visitação

Museus em SP oferecem combo com desconto para visitação

Museu da Língua Portuguesa e Pinacoteca fazem promoção

Abel Ferreira lança livro com bastidores das conquistas como técnico do Palmeiras

Abel Ferreira lança livro com bastidores das conquistas como técnico do Palmeiras

Análises táticas e segredos da preparação para jogos importantes nas duas últimas temporada são alguns dos pontos altos da obra, que traz ainda imagens inéditas de bastidores.

Livro 'Viagem pelo fantástico' ganha edição dos 50 anos

Livro 'Viagem pelo fantástico' ganha edição dos 50 anos

Meio século depois, Viagem pelo Fantástico ganha nova edição, agora acrescida de um caderno suplementar com textos que contextualizam a trajetória de Kossoy

Carla Trabazo relata trabalho de combatentes em Uganda

Carla Trabazo relata trabalho de combatentes em Uganda

Carla escreveu um conto sobre um menino sequestrado que precisa matar outro para se livrar da própria morte, relato comum entre ex-crianças-soldados. É a história que abre o livro e única ficção.

Casa das Rosas abre inscrição para curso de escritores

Casa das Rosas abre inscrição para curso de escritores

Há vagas nas categorias jovem e adulto