ContextoExato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 22 de maio de 2018

Turismo decola com centro de conexões em Fortaleza

Turismo decola com centro de conexões em Fortaleza

Novos voos domésticos e internacionais para Fortaleza estimulam turismo no Nordeste. Aeroporto Pinto Martins anuncia hub de conexões para a Europa, Caribe e Américas

Por Geraldo Gurgel - Mtur / Foto: Embratur - 03/05/2018 - 16:35:33

O mês de maio começa com a chegada dos primeiros voos regulares da Holanda e da França para Fortaleza (CE). São duas frequências semanais de Amsterdam (KLM) e uma terceira a partir de julho (às segundas, quintas e sábados); e duas chegando de Paris (Joon/ Air France) às sextas-feiras e aos domingos, com previsão de um terceiro voo semanal da França, em novembro. A localização estratégica do Ceará, facilitando conexões com Europa, Caribe e Américas é um dos principais fatores para o início das operações do centro de conexões no aeroporto de Fortaleza.

Para alimentar os novos voos com passageiros brasileiros e europeus e distribuir os turistas que vão chegar da Europa via Fortaleza, a GOL, parceira das áreas europeias, vai reforçar o número de viagens para Natal, Recife, Salvador, Belém e Manaus, ampliando a ligação das demais capitais nordestinas e do Norte do Brasil com Fortaleza por meio de 21 novos voos domésticos e dois mil passageiros a mais por dia, o que significa até 60 mil a mais por mês. A descentralização dos voos internacionais do Rio de Janeiro e São Paulo para o Ceará deverá incrementar o turismo regional com o deslocamento de turistas brasileiros e estrangeiros via Fortaleza.

A concessionária do aeroporto Pinto Martins (Fraport Brasil), que assumiu a gestão do terminal em janeiro deste ano, anunciou melhorias desde o início da operação. As intervenções na infraestrutura, concluídas em março, oferecem aos passageiros e usuários mais qualidade em serviços, operações e segurança. Com as melhorias, a atual capacidade do terminal atende ao hub (centro de conexões), proporcionando, ainda, disponibilidade a curto prazo para novos voos de forma coordenada. A expansão do terminal, no valor de R$ 800 milhões, ampliará essa capacidade a médio e longo prazo.

“O aumento da conectividade aérea em nosso país é fundamental para que possamos receber cada vez mais turistas estrangeiros, além de permitir que o turista brasileiro também tenha mais opções para conhecer seu próprio país. Todos ganham com esse movimento e principalmente o turismo e a economia brasileira que são impactados diretamente com o aumento da atividade turística”, avaliou o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz.

Já estão previstos dois voos semanais (TAM) para Orlando, nos Estados Unidos a partir de julho, passando a ser diário em novembro; e duas frequências semanais da companhia aérea panamenha (COPA) para a Cidade do Panamá, com conexões para o Caribe e Américas do Sul, Central e do Norte. O aeroporto de Fortaleza já opera com voos diretos para Cayenne, na Guiana Francesa; Bogotá, na Colômbia; Frankfurt, na Alemanha; Lisboa, em Portugal; Praia, em Cabo Verde; Buenos Aires, na Argentina; e Miami, nos Estados Unidos. Fortaleza já registra diariamente, em média, 150 pousos e decolagens. Até 2019, o incremento de passageiros domésticos deverá chegar aos 50% com 1,5 milhão, e 23%, de estrangeiros com 70 mil vindos de outros países.

CONECTIVIDADE AÉREA – A conectividade é fundamental para fortalecer o turismo e faz parte do Programa Brasil + Turismo, uma série de medidas lançadas pelo Ministério do Turismo para alavancar a atividade econômica com a geração de empregos. Atualmente, o maior centro de conexões do Brasil é o aeroporto de Guarulhos (SP), com dois terços dos voos internacionais. A concentração já foi maior: 75%. É que outros aeroportos, como o de Fortaleza, estão recebendo mais voos internacionais. A conectividade reduz o tempo de espera para quem deseja visitar outros destinos do Brasil ou fora do país sem passar pelo Rio de Janeiro ou São Paulo. A abertura do capital das empresas aéreas, em tramitação no Congresso Nacional, é outra medida para ampliar a oferta de voos, baixar preços e contribuir para o aumento do número de viajantes, fazendo a economia do turismo girar.

Comentários para "Turismo decola com centro de conexões em Fortaleza":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório