ContextoExato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 25 de maio de 2018

Setor agropecuário detém 21,4% das liberações do BNDES

Setor agropecuário detém 21,4% das liberações do BNDES

Por outro lado, todos os outros segmentos tiveram retração nos desembolsos

C/ Revista Exame – Foto: Vincent Mundy/Bloomberg - 26/01/2018 - 18:39:16

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou nesta terça-feira, 19, que liberou R$ 13 bilhões em desembolsos para o setor de agropecuária de janeiro a novembro deste ano, um avanço de 8% ante janeiro a novembro de 2016. O montante representou 21,4% de todos os desembolsos do banco de fomento no período.

Por outro lado, todos os outros segmentos tiveram retração nos desembolsos. A indústria recebeu R$ 13,3 bilhões, um tombo de 48% ante janeiro a novembro do ano passado. Em Infraestrutura, a queda foi de 2%, com R$ 22 bilhões desembolsados. O comércio e serviços receberam R$ 12,7 bilhões, redução de 22%.

No setor de Infraestrutura, o segmento de Energia Elétrica teve R$ 11,5 bilhões desembolsados de janeiro a novembro de 2017, um crescimento de 55% em comparação ao mesmo período de 2016.

O BNDES liberou R$ 26,5 bilhões para empresas de menor porte no período de janeiro a novembro, 43,4% do total de desembolsos do banco. As micro e pequenas empresas receberam R$ 15 bilhões, 25% de tudo o que foi liberado.

As grandes empresas receberam R$ 34,5 bilhões, uma fatia de 56,6% do total de desembolsos, apesar da queda de 34% no montante liberado ante o ano anterior. Os desembolsos totais do BNDES no período somaram R$ 61 bilhões.

O Nordeste recebeu R$ 11,4 bilhões em desembolsos entre janeiro e novembro deste ano, um crescimento de 19%. Todas as outras regiões registraram perdas no volume desembolsado. No Sudeste, houve retração de 34%.

Comentários para "Setor agropecuário detém 21,4% das liberações do BNDES":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório