×
ContextoExato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 19 de agosto de 2018


Movimento ‘Time’s up’ já chegou ao mundo da moda

Movimento ‘Time’s up’ já chegou ao mundo da moda

Reunidas no Carnaval do Rio, modelos da Victoria's Secret comentam a revolução feminista de Hollywood

Por Maria Clara Vieira - Revista Veja/Camarote N1/Divulgação - 12/02/2018 - 17:32:09

 

Os protestos contra assédio que tomaram as grandes premiações de Hollywood estão fazendo eco no mundo da moda – e o barulho está só começando. É o que dizem as modelos da marca Victoria’s Secret, conhecidas como Angels. Algumas integrantes do famoso time estiveram no Carnaval do Rio e conversaram com VEJA sobre o tema.

 

Para a piauiense Laís Ribeiro, novata no grupo (ela entrou em 2015), os recentes movimentos já impactam a postura das novas gerações. “Embora não tenha havido um protesto organizado como o do Globo de Ouro, nós colhemos os frutos da ação. As meninas que estão chegando agora já têm a mentalidade de que não precisam se submeter ao assédio para serem vistas. Não precisam mais ficar com tal fotógrafo ou diretor”, disse a modelo.

A mineira Barbara Fialho concorda com o impacto, mas pondera que há muito a melhorar ainda. “As modelos ainda têm menos vozes do que as atrizes. Nós já começamos a sentir o efeito do Time’s up, mas em menor grau. Situações de assédio ainda são comuns no mundo da moda”, lamenta Barbara.

A top model Adriana Lima, veterana na grife, também faz coro ao Time’s Up: “É um movimento muito positivo, com o poder de transformar vidas de muitas mulheres”, elogia.

Comentários para "Movimento ‘Time’s up’ já chegou ao mundo da moda":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório