×
ContextoExato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 21 de agosto de 2018


Luana Piovani inicia mudança: 'O Brasil não oferece dignidade'

Luana Piovani inicia mudança: 'O Brasil não oferece dignidade'

A atriz Luana Piovani fez uma transmissão em seu canal de YouTube falando sobre o processo de mudança para Portugal pelo qual está começando a passar.

Estadão Conteúdo/foto: Instagram / @luapio - 17/07/2018 - 06:28:41

"Eu não tenho medo do novo, de desafio. Eu vou em busca do que eu quero, e o que eu quero é dignidade. O Brasil não oferece dignidade, definitivamente. Então se precisar eu vou vender roupa em loja, sim, feliz da vida, vou na porta de uma escola vender um bolo. Claro que isso não vai me trazer o dinheiro que eu gasto hoje, mas a gente se adequa", comentou, sobre a vida que pretende começar fora do País.

"Além do que, sempre acho que se eu começar a vender um bom bolo, três anos depois eu vou abrir uma loja de bolos. Porque acredito em mim. Se eu for fazer bolo, vou fazer um p*** bolo!", garantiu.

A atriz, porém, garante que mudar de continente não a impedirá de continuar trabalhando por aqui: "Vou abrir um mercado de trabalho lá e não vou deixar de fazer as coisas no Brasil. Mas assim, quando você mora num lugar que te dá as coisas básicas pra que você possa viver, se você tiver como juntar um dinheiro, vender um carro, um apartamento aqui, é melhor passar justo lá do que passar justo aqui", falou, sobre a vida em Portugal.

Luana também citou a questão da segurança como um fator decisivo: "O fato de você não ter que ter medo de morrer de uma bala perdida - porque a gente vive num País, numa cidade, onde o bandido atira e o policial revida. Aí quem tá no meio que se dane! Ou que seu filho possa morrer por causa de uma bicicleta, de um tênis, ou tome uma surra saindo de uma festa..."

​Apesar de planejar sua viagem definitiva apenas para 2019, a atriz explica que o processo já está tendo início: "Já vou começar a me mudar agora. O que significa isso? É uma metáfora: já vou começar a separar e olhar com olhos de 'O que é importante pra mim? O que é preciso ser levado pra lá? O que é supérfluo?', e vou fazer um bazar de móveis, roupas, objetos", explicou.

Sobre o bazar, disse que pretende destinar parte do valor arrecadado com o bazar a uma instituição que ajude pacientes de Atrofia Muscular Espinhal (AME).

"Vou começar a mudar agora, observar tudo, organizar o 'desfazimento' [sic] de tralha. Por exemplo, todos esses documentos aqui, preciso definitivamente saber o que mesmo eu preciso guardar, porque não sei se vou ter esse espaço na casa de lá. Talvez tenha que alugar um lugarzinho pra guardar isso", contou.

"Enfim, vou começar a mudar agora, vou tirar as coisas do meu armário, ver quais são os móveis que eu quero mesmo levar, os que já mandei pro marceneiro reformar, porque sei que eles vão... É uma trabalheira. Eu tenho aí esses cinco meses, vou começar a fazer tudo isso", complementou.

Em resposta a uma fã que mora na Austrália e afirmou sentir saudades do Brasil, Luana aconselhou: "Eu se fosse você não voltava não."

Confira o vídeo abaixo: 

Comentários para "Luana Piovani inicia mudança: 'O Brasil não oferece dignidade'":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório