×
ContextoExato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 23 de setembro de 2018


Emirados Árabes oferecem reconstrução de mesquita histórica em Mossul

Emirados Árabes oferecem reconstrução de mesquita histórica em Mossul

A histórica Grande Mesquita de Al-Nuri é um marco da cidade de Mossul

Da Agência Xinhua - Agência Brasil - 12/03/2018 - 18:22:43

Os Emirados Árabes Unidos (EAU) ofereceram neste domingo (11) a reconstrução da histórica Grande Mesquita de Al-Nuri e seu famoso minarete inclinado, na cidade de Mossul, devastada pela guerra contra o Estado Islâmico, disse o governo iraquiano. A informação é da agência chinesa Xinhua.

Uma declaração do gabinete do primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, disse que o embaixador dos Emirados Árabes Unidos no Iraque, Hassan Ahmed al-Shihi, apresentou a proposta em nome de seu país ao ser recebido por Abadi em seu gabinete.

“O xeque Mohammed bin Zayed Al-Nahyan, príncipe herdeiro de Abu Dhabi, propôs a oferta de reconstrução da mesquita al-Nuri e seu minarete al-Hadba, um dos marcos mais famosos da Cidade Velha da cidade devastada de Mossul”, disse a declaração.

Saiba Mais

O embaixador dos EAU disse que um enviado especial dos emirados viria a Bagdá com este propósito, de acordo com o comunicado. Por sua parte, o primeiro-ministro Abadi confirmou a vontade do Iraque de fortalecer as relações com os Emirados Árabes Unidos com base em interesses mútuos dos povos dos dois países, acrescentou.

Ocupação e libertação

Mossul, localizada a 400 km a norte da capital do Iraque, Bagdá, esteve sob controle dos militantes do grupo extremista Estado Islâmico (EI) desde junho de 2014, quando as forças governamentais abandonaram suas armas e fugiram, permitindo que os militantes radicais assumissem o controle de partes das regiões do norte e oeste do Iraque.

Em 21 de junho de 2017, militantes do EI explodiram a mesquita de al-Nuri e o minarete de al-Hadba,  em Mossul, enquanto as forças iraquianas estavam atacando a região, no lado oeste de cidade.

A Mesquita Al-Nuri foi construída em 1172 com seu famoso minarete inclinado, que deu à cidade o apelido de "al-Hadba" ou "o corcunda". Ela tem um valor simbólico, uma vez que foi o lugar onde o líder do EI Abu Bakr al-Baghdadi declarou o "califado" transfronteiriço no Iraque e na Síria, em sua única aparição pública em julho de 2014.

Em 10 de julho do ano passado, o primeiro-ministro Abadi declarou oficialmente a libertação de Mossul do EI, após quase nove meses de luta feroz para desalojar os militantes extremistas de sua última grande fortaleza no Iraque.

Comentários para "Emirados Árabes oferecem reconstrução de mesquita histórica em Mossul":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório