ContextoExato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 22 de maio de 2018

Comendo bem entre Miami e Orlando

Comendo bem entre Miami e Orlando

Até mesmo nos parques da Disney e da Universal a gente come cada vez melhor

Por Estadão Conteúdo E Da Redação Massa News / Foto: Pixabay - 14/04/2018 - 07:49:15

Foi-se o tempo em que a gente comia mal nos Estados Unidos: não é de hoje que bons chefs se revelam por lá, grandes chefs internacionais abrem restaurantes e filiais com as mais distintas especializações e a cultura farm-to-table virou febre em muitos destinos americanos. Até mesmo nos parques da Disney e da Universal a gente come cada vez melhor – tanto em sabor quanto em qualidade do que ingerimos.

Em janeiro e fevereiro últimos, refiz a dobradinha Orlando-Miami e, mesmo acompanhada de gente que se pudesse comia tex-mex todo santo dia, fiz questão de incluir restaurantes que adoro por lá e também experimentar algumas novidades das cidades. Orlando vem investindo na boa mesa nos últimos anos e, em Miami, Bal Harbour, apesar de tão pequenininha, continua sendo a região mais fértil em opções certeiras para comer bem, seja almoço ou jantar – impossível não encontrar ali algum restaurante que seja sua cara. Mas, sim, e cada vez mais, as boas opções para comer bem se proliferam na cidade toda.

São muitos os restaurantes que indico em ambos destinos. Mas, de tudo que comi nestas últimas duas viagens por lá, meus highlights são:

O lindo Capa, do Four Seasons Orlando, ampliou ainda mais o menu. Crédito: Mari Campos

ORLANDO E REGIÃO

Capa

O belíssimo restaurante instalado no hotel Four Seasons Orlando continua tendo uma das mais gostosas cozinhas de Orlando e região. A influência espanholíssima está no cardápio todo, que ficou agora ainda mais extenso e gostoso (e com mais pratos com o delicioso jamón bollota). O serviço é caprichado, a playlist é gostosa, o ambiente é family-friendly mas ultra sossegado e, no jantar, a gente ainda leva de brinde todas as noites uma vista desobstruída para os fogos de artifício do Magic Kindgom. Convém reservar.

Sem tempo para um jantar completo? Aposte sem medo no maravilhoso bar: além dos snacks deliciosos, tem drinks impecáveis – inclusive aquela que é, para mim, a melhor gin&tonic da Flórida.

The Melting Pot

A rede que é um baita sucesso americano serve basicamente fondues extremamente americanizados, com direito a muito cheddar, chilli e outras afrontas. Ainda assim, a proposta é interessante e a oferta é saborosa: o menu, farto em opções (inclusive que não sejam fondues), sugere que se faça uma refeição totalmente baseada na tradicional comida alpina de inverno. A ideia é pedir porções pequenas para conseguir montar um menu que comece com uma fondue de base queijo como entrada, depois tenha uma de carne como prato principal e termine com uma de chocolate como sobremesa. Pedindo as porções pequenas e dividindo em duas pessoas, fica extremamente factível. O ambiente é gostoso e a unidade de Orlando tem ótimo serviço. Convém reservar.

Manny’s

O único tex-mex que eu curti de verdade de verdade durante a viagem foi o simpático Manny’s, com jeitão de restaurante de estrada americano mesmo. Simples e ao mesmo tempo super autêntico (incluindo o atendimento apressado dos restaurantes do interior dos EUA), tem ambiente cheio de posters e luminosos em uma casa que mais lembra uma cabana de montanha. Se você curte hamburgueres, vale apostar sem medo em qualquer um dos servidos ali – enormes e suber saborosos. As saladas da casa também são famosas. Trilha sonora pra lá de eclética e ótimos preços.

Avocado

Um tex-mex não para comer, mas bom para para petiscar sem compromisso, bem no centrinho da fofa Celebration, ao lado de Orlando. Os petiscos são fartamente servidos e dão muito bem para compartilhas em 3 ou 4 pessoas. Tem margaritas caprichadas e, durante a happy hour, elas valem meros 5 dólares, um negocião.

Pratos fresquíssimos e o melhor pisco sour da cidade no La Mar. Crédito: Mari Campos

MIAMI E ARREDORES

La mar

Um (já clássico!) restaurante que eu amo desde sua abertura em Miami: a cozinha nipo-peruana impecável do sempre delicioso La Mar, instalado no hotel Mandarin Oriental Miami. Aqui o restaurante de Gastón Acúrio fica sob o comando do genial chef Diego Oka e vem ainda mais criativo, com um menu super ousado. Para quem não é tão fã da cozinha japonesa, o menu oferece também pratos internacionais super adaptados ao gosto americano, incluindo clássicos filés. De quebra, dia e noite tem uma vista linda para o skyline de Downtown – e, sem dúvidas, o melhor pisco sour de Miami. Convém reservar.

Atlantikos

O novo restaurante do hotel St Regis Bal Harbour chegou inteirinho dedicado à culinária grega – e sua própria decoração toda em azul e branco deixa bem claras suas influências. Sossegado e silencioso, o restaurante conta com um delicioso menu farto em especialidades gregas de diferentes regiões do país. Pedir uma seleção de entradinhas para compartilhar é a melhor pedida para entrada; para o principal, há peixes, frutos do mar e carnes de todo tipo – e o fetuccini com frutos do mar já virou um dos hits da casa. Serviço super atencioso e interessantíssima carta de vinhos gregos. Convém reservar.

The Grill at Bal Harbour Shops

O restaurante The Grill acaba de ser comprado pelo grupo Hillstone. Mas a disputada casa no andar superior do multimilionário Bal Harbour Shops segue a mesma: sempre cheia, ótima vibe, boa trilha sonora. O forte ali são – como o nome sugere – as carnes grelhadas, que chegam mesmo à mesa perfeitinhas. Bons acompanhamentos, entradinhas saborosas e sobremesas bem caprichadas, para quem conseguir chegar lá (os pratos principais são beeeem “american size”). Se você gosta de martinis, ali a bebida é assunto seríssimo: os bartenders são especializados no drink e eles levam a coisa tão a sério que o tempo todo vem uma garçonete passar sua bebida para um novo copo geladinho. Convém reservar, sobretudo para o jantar.

The Grill at Acqualina

O The Grill é o restaurante à beira mar e piscina do Acqualina Resort & Spa (parte da Leading Hotels of the World), um hotelaço impecável em Sunny Isles sobre o qual falei aqui. O The Gril não é o mais famoso nem o mais premiado restaurante do hotel, mas é sem dúvidas o mais simpático, combinando super com o clima de Miami. Saladas saborosíssimas e gigantes e ótimos grelhados, para serem acompanhados de água de coco geladinha, drinks caprichados ou uma bela taça de sauvignon blanc fresquinha. Só abre para almoço. Convém reservar.

Jaya Brunch at The Setai

O melhor brunch de South Beach continua valendo o quanto pesa: instalado no luxuoso hotel The Setai (também parte da Leading Hotels of the World), em plena South Beach, o Jazz Bruch do Jaya é um programão dominical. Funcionando de 11:30 às 15h, por 85 dólares por pessoa a gente tem direito a cinco estações diferentes de comida, desde itens de café da manhã até um fenomenal indian corner com direito a naam assado na hora. A estação de sobremesas é um das mais disputadas, incluindo sorvete feito no ato. Jazz ao vivo dá o tom da refeição e a gente pode escolher sentar dentro ou fora do belo restaurante. Bloody Marys e champagne Louis Roederer ilimitados também estão incluídos durante todo o brunch. Reservas mandatórias.

Le Zoo

O francezinho americanizado do Bal Harbour Shops é uma deliciosa opção para as noites quentes da Flórida – principalmente se você conseguir pegar uma das disputadas mesinhas externas. Descolado, já é um dos mais badalados restaurantes dos Bal Harbour Shops. Serviço simpático e um menu super eclético, que serve desde foie gras e steak tartare a… lazagna. Convém reservar.

Artisan Beach House

O novo restaurante do luxuoso hotel Ritz-Carlton Bal-Harbour (onde é também servido o café da manhã do hotel diariamente) investiu pesado na vocação farm to table e sea to table e criou um menu com pratos caprichadíssimos, de ingredientes muito frescos e locais. Tem serviço super atencioso, ambiente interno e externo, boa trilha sonora e menu variadíssimo, com toques de diferentes influências culturais – pessoalmente, recomendo muito os peixes e frutos do mar, deliciosos. E a gente ainda leva de brinde uma deliciosa vista para o mar. Convém reservar.

Makoto

Um dos meus preferidos em Miami desde que abriu: gosto do ambiente, da vibe, do serviço e do tempero que sempre foge do óbvio no Makoto. Dos deliciosos crispy rices (entradinha perfeita!) às sobremesas, tem um menu perfeitinho para quem ama comida japonesa “com um twist” – e também oferece alguns pratos para quem não é fã do gênero. Serviço atencioso, boa trilha sonora e opção também de sentar dentro do restaurante (que eu prefiro) ou na área externa. O almoço costuma ser bem tranquilo, mas para o jantar convém reservar.

Comentários para "Comendo bem entre Miami e Orlando":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório