ContextoExato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 24 de maio de 2018

Aumento do cultivo de algodão pode impactar diretamente no faturamento do setor

Aumento do cultivo de algodão pode impactar diretamente no faturamento do setor

Ampliação de 6% de área plantada deve significar acréscimo de R$20 milhões, diz associação

Por Ivana Sant’Anna – Foto: Reprodução - 07/02/2018 - 06:11:16

Nunca um princípio matemático fez tanto sentido como a proporcionalidade entre aumento de cultivo e faturamento de algodão em Mato Grosso do Sul. A safra de 2017/18 teve ampliação de 6% na área plantada e, segundo a Associação Sul-mato-grossense dos Produtores de Algodão, a porcentagem pode representar um acréscimo de R$ 20 milhões no faturamento do setor. Contudo, para fazer valer o princípio da proporcionalidade, o resultado ainda depende de alguns fatores como boas condições climáticas na lavoura para que alcance a produtividade esperada na colheita, esclarece Adão Hoffmann, diretor-executivo da Associação.

As fazendas na região norte do estado são as que mais cultivam algodão. Por lá, a colheita só vai começar em julho e o clima é de otimismo. “Os preços esse ano no mercado estão um pouco melhores. Hoje está em torno de R$ 90 a arroba de pluma. Ano passado tínhamos valores bem menores em relação a isso, estávamos na casa de R$ 78 a R$ 80. Deu uma boa reagida o mercado”, explica o diretor da Ampasul.

Na região sul do estado, a colheita deve começar em abril. Segundo informações do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Mato Grosso do Sul é o terceiro maior produtor de algodão do país. Entre 2016 e 2017, o estado acumulou alta de 17,8% no volume colhido.

Comentários para "Aumento do cultivo de algodão pode impactar diretamente no faturamento do setor":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório